Soro Glicose 5% - Fresenius - 500 ml

Ref: 4422 Marca: Fresenius
0 0 Avaliações.
Corra enquanto há tempo e adquira já o Soro Glicose 5% da Fresenius e resolva seu problema. Confira!
Volume:
Por: R$ 21,65
à vista no boleto já com 10% de desconto
1X de R$ 24,05 no cartão

Parcelamento no cartão de crédito

    calcule a entrega

    Quem comprou, comprou também

    Para uso em

    Informações

    Bula

     

    Soro Glicose 5%

     

    Descrição:O produto Soro Glicose 5%  de glicose é estéril e apirogênica e usadas no restabelecimento de fluido e suprimento calórico.

    Quando se trata de qualidade Soro Glicose 5%  é o número 1!

     

    Forma Farmacêutica e Apresentações:
    Solução injetável, límpida, estéril e apirogênica.
     

    Apresentações:
    Glicose 5%
    Bolsas plásticas flexíveis Viaflex de 50 ml, 100 ml, 250 ml, 500 ml e 1000 ml.
    Glicose 10%
    Bolsas plásticas flexíveis Viaflex de 250 ml, 500 ml e 1000 ml.

    Via de administração do Glicose 5%:Intravenosa e individualizada.


    Composição:
    Glicose 5%
    glicose anidra ............................................................................................. 5 g
    Equivalente a 5,5 g de glicose monoidratada
    Excipientes: Água para injeção q.s.p. .................................................... 100 ml
    Conteúdo calórico ............................................................................ 170 Kcal/l
    OSMOLARIDADE: ......................................................................... 252 mOsm/l
    pH ........................................................................................................ 3,5 - 6,5

    Glicose 10%
    glicose anidra
    ........................................................................................... 10 g
    Equivalente a 11 g de glicose monoidratada
    Excipientes: Água para injeção q.s.p. .................................................... 100 mL
    Conteúdo calórico ............................................................................ 340 Kcal/L
    OSMOLARIDADE: ......................................................................... 505 mOsm/L
    pH ........................................................................................................ 3,5 - 6,5

     

    Informações técnicas para profissionais de saúde
    Características farmacológicas:


    As soluções injetáveis de glicose são estéreis e apirogênicas e usadas no
    restabelecimento de fluido e suprimento calórico.
    A glicose é um nutriente facilmente metabolizado pelo organismo para fornecimento de energia, dispensando em alguns casos o uso de lipídios e proteínas como fontes de energia, evitando, assim, acidose e cetose resultantes de seus metabolismos. A solução de glicose é útil como fonte de água e calorias e é capaz de induzir diurese dependendo das condições clínicas do paciente. As soluções de glicose em concentrações isotônicas (solução parenteral de glicose 5%) são adequadas para manutenção das necessidades de água quando o sódio não é necessário ou deve ser evitado. A glicose é metabolizada através do ácido pirúvico ou lático em dióxido de carbono e água com liberação de energia. A glicose é usada, distribuída e estocada nos tecidos. Todas as células do corpo são capazes de oxidar a glicose, sendo a mesma a principal fonte de energia no metabolismo celular. Uma vez dentro da célula, a glicose é prontamente fosforilada, formando a glicose-6-fosfato, que logo se polimeriza emglicogênio, ou é catabolizada. Aglicose pode ainda ser convertida em gordura, através da AcetilCoA. Requer, por isso, constante equilíbrio entre as necessidades metabólicas do organismo e a sua oferta. A glicose atinge o seu pico plasmático 40 minutos após sua administração em pacientes hipoglicêmicos.
     

    Indicações:

    As soluções injetáveis de glicose nas concentrações de 5% e 10% são indicadas como fonte de água, calorias e diurese osmótica. As soluções de glicose de 5 a 10%, são indicadas em casos de desidratação, reposição calórica, nas hipoglicemias e como veículo para diluição de medicamentos compatíveis. A solução de glicose 5% é frequentemente a concentração empregada na depleção de fluido, sendo usualmente administrada através de uma veia periférica. Já as soluções de glicose de concentrações mais elevadas, como a glicose 10%, por serem hiperosmóticas, são usadas geralmente como uma fonte de carboidratos. Desta maneira, a glicose é a fonte preferida de carboidratos em regimes parenterais de nutrição, sendo frequentemente usada também em soluções de reidratação para prevenção e/ou tratamento da desidratação, ocasionada pela diarréia.
     

    Contra-indicações:
    As soluções de glicose sem eletrólitos não devem ser administradas simultaneamente a infusão de sangue devido à possibilidade de coagulação.
    O uso da solução de glicose é contra-indicado nas seguintes situações: hiperhidratação, hiperglicemia, diabetes, acidose, desidratação hipotônica e
    hipocalemia.O uso de solução de glicose hipertônica (concentração acima de 5% de glicose)é contra indicado em pacientes com hemorragia intracraniana ou intra-espinhal, delirium tremens em pacientes desidratados, síndrome de má absorção glicose-galactose e aos pacientes com hipersensibilidade aos produtos do milho.

     

    Modo de usar:
    A solução Glicose 5% somente deve ter uso intravenoso e individualizado. A dosagem deve ser determinada por um médico e é dependente da idade, do peso das condições clínicas do paciente e das determinações em laboratório. Antes de serem administradas as soluções parenterais devem ser inspecionadas visualmente para se observar a presença de partículas, turvação na solução, fissuras e quaisquer violações na embalagem primária. A solução é acondicionada em bolsas plásticas flexíveis Viaflex em SISTEMA FECHADO para administração intravenosa usando equipo estéril.
    Atenção: não usar embalagens primárias em conexões em série. Tal procedimento pode causar embolia gasosa devido ao ar residual aspirado da primeira embalagem antes que a administração de fluido da segundaembalagem seja completada.
    NÃO PERFURAR A EMBALAGEM, POIS HÁ COMPROMETIMENTO DA
    ESTERILIDADE DO PRODUTO E RISCO DE CONTAMINAÇÃO.
    Para abrir:
    Segurar o invólucro protetor (sobrebolsa) com ambas as mãos, rasgando-o no sentido do picote, de cima para baixo, e retirar a bolsa contendo solução. Pequenas gotículas entre a bolsa e a sobrebolsa podem estar presentes e é característica do produto e processo produtivo.Alguma opacidade do plástico da bolsa pode ser observada devido ao processo de esterilização.Isto é normal e não afeta a qualidade ou segurança da solução. A opacidade irá diminuir gradualmente.Verificar se existem vazamentos mínimos, comprimindo a bolsa com firmeza. Se for observado vazamento de solução, descartar a bolsa, pois a sua esterilidade pode estar comprometida. No preparo e administração das soluções parenterais, devem ser seguidas as recomendações da Comissão de Controle de Infecção em Serviços de Saúde quanto a: desinfecção do ambiente e de superfícies, higienização dasmãos, uso de EPIs e desinfecção de ampolas, frascos, pontos de adição dos medicamentos e conexões das linhas de infusão.Nota: Manter a bolsa em seu invólucro protetor (sobrebolsa) até o momento do uso.

     

     

    Após a abertura da sobrebolsa, a solução deve ser utilizada em:
    15 dias para bolsas de 50 ml e 100 ml de Glicose 5%.
    30 dias para bolsas de 250 ml, 500 ml e 1000 ml de Glicose 5%.

    Preparação para administração do produto Glicose 5%:
    1. Remover o protetor de plástico do tubo de saída da solução no fundo da
    embalagem;
    2. Fazer a assepsia da embalagem primária utilizando álcool 70%;
    3. Suspender a embalagem pela alça de sustentação;
    4. Conectar o equipo de infusão da solução. Consultar as instruções de uso
    do equipo;
    5. Administrar a solução, por gotejamento contínuo, conforme prescrição veterinária.
    Se for necessária medicação suplementar, seguir as instruções descritas a
    seguir antes de preparar a bolsa para administração.

    Para adição de medicamentos
    Atenção: Verificar se há incompatibilidade entre o medicamento e a solução e,
    quando for o caso, se há incompatibilidade entre os medicamentos.
    Apenas as embalagens que possuem dois sítios, um sítio para o equipo e um
    sítio próprio para a administração de medicamentos, poderão permitir a adição
    de medicamentos nas soluções parenterais.
     

    Para administração de medicamentos antes da administração da
    solução parenteral:

    1. Preparar a superfície do tubo de látex sintético fazendo sua assepsia
    utilizando álcool 70%;
    2. Utilizando seringa com agulha calibre 19 a 22 ga, perfurar o tubo de látex
    sintético que fecha o tubo e injetar;
    3. Misturar completamente a solução com o medicamento;
    Para medicamentos com alta densidade, como por exemplo a solução de
    cloreto de potássio, pressionar o tubo de medicação enquanto o mesmo
    estiver na perpendicular e misturar completamente;
    4. Pós liofilizados devem ser reconstituídos/suspendidos no diluente estéril e
    apirogênico adequado antes de ser adicionados à solução parenteral.

    Formula

    Glicose anidra ............................................................................................. 5 g

    • Equivalente a 5,5g de glicose monoidratada

    • Excipientes: água para injeção q.s.p. .................................................... 100ml

    • Conteúdo calórico ............................................................................ 170 kcal/l

    • Osmolaridade: ......................................................................... 252mosm/l

    • Ph ........................................................................................................ 3,5 - 6,5 

    Sobre

    A glicose é um nutriente facilmente metabolizado pelo organismo para fornecimento de energia, dispensando em alguns casos o uso de lipídios e proteínas como fontes de energia, evitando, assim, acidose e cetose resultantes de seus metabolismos. A solução de glicose é útil como fonte de água e calorias e é capaz de induzir diurese dependendo das condições clínicas do paciente. As soluções de glicose em concentrações isotônicas (solução parenteral de glicose 5%) são adequadas para manutenção das necessidades de água quando o sódio não é necessário ou deve ser evitado. A glicose é metabolizada através do ácido pirúvico ou lático em dióxido de carbono e água com liberação de energia. Soro Glicose 5% é a escolha certa pra você que busca por resultado rápido e eficaz! Compre e confira!

    Indicações

    As soluções injetáveis de glicose nas concentrações de 5% e 10% são indicadas como fonte de água, calorias e diurese osmótica. As soluções de glicose de 5 a 10%, são indicadas em casos de desidratação, reposição calórica, nas hipoglicemias e como veículo para diluição de medicamentos compatíveis. A solução de glicose 5% é frequentemente a concentração empregada na depleção de fluido, sendo usualmente administrada através de uma veia periférica. Já as soluções de glicose de concentrações mais elevadas, como a glicose 10%, por serem hiperosmóticas, são usadas geralmente como uma fonte de carboidratos. Desta maneira, a glicose é a fonte preferida de carboidratos em regimes parenterais de nutrição, sendo frequentemente usada também em soluções de reidratação para prevenção e/ou tratamento da desidratação, ocasionada pela diarréia.

    Carência

    Abate: 21 dias | Leite: 4 dias

    Cancelar
    Soro Glicose 5% - Fresenius - 500 ml

    Soro Glicose 5% - Fresenius - 500 ml

    Ref: 4422

    R$ 21,65 à vista no boleto

    1X de R$ 24,05 sem juros

    R$ 24,05