Filtrar por:

Antibióticos e Antimicrobianos

Antibiótico veterinário

Os antibióticos veterinários são substâncias químicas, naturais ou sintéticas, que têm a capacidade de impedir a multiplicação de bactérias ou de destrui-las, sem ter efeitos tóxicos para o animal.

São medicamentos que ou matam e previnem a multiplicação de bactérias. Os antibióticos veterinários são usados para tratar infecções bacterianas em praticamente todas as regiões do corpo.

Há vários tipos de antibióticos e são classificados de acordo com a sua estrutura química de base. Os constituintes de cada grupo de antibióticos surgem da adição ou substituição de radicais à estrutura base, com o objetivo de aperfeiçoar as suas propriedades antibacterianas e farmacológicas.

 

Veja a seguir os principais grupos de antibióticos:

- Penicilinas, inibidores de beta-lactamase, cefalosporinas;

- Carbapenemes

- Monobactâmicos

- Tetraciclinas

- Outros antibacterianos (exemplo: sulfonamidas, cloranfenicol, rifamicinas, linezolide, metronidazol, fosfomicina).

 

Tratamento com antibióticos veterinários:

Os efeitos benéficos da terapia com antibióticos podem variar de rápidos a essenciais para a manutenção da vida do animal. É possível para as infecções bacterianas não controladas espalharem-se invadindo os tecidos vizinhos ou disseminarem-se para outras partes do corpo através da corrente sanguínea.

O uso consciente de antibióticos pode ajudar a controlar infecções que de outra maneira se poderiam tornar potencialmente letais. Os antibióticos veterinários não podem combater infecções provocadas por vírus ou fungos, podendo, no entanto, ser usados como coadjuvantes no tratamento destas, prevenindo ou combatendo infecções bacterianas secundárias.

 

Procurar sempre um Médico Veterinário:

Como qualquer outra medicação os antibióticos podem raras vezes provocar reações adversas. Uma das reações mais frequentes é o mal-estar do trato gastrointestinal podendo levar a diarreias ou vómitos que rapidamente desaparecem após a remoção do antibiótico. Se desconfia que o seu animal faz uma reação inesperada ao tratamento, informe imediatamente o seu Médico Veterinário de forma a reavaliar a situação terapêutica do seu animal.