Comportamento

Comportamento

Comportamento é o modo de atuar. No caso do ser humano, nosso comportamento é movido pela nossa consciência natural e adquirida. Mas você sabia que existe também o comportamento animal e que, por sinal, é bem definido do nosso?

Algumas atitudes do seu animal podem ser conscientemente tomadas para chamar sua atenção ou para que ele consiga se expressar, por exemplo, e não é parte do instinto natural do bicho, mas parte do comportamento pessoal desenvolvido.

 

Diferenças de comportamento entre cães e gatos:

Apesar da enorme ligação entre cachorros e gatos, existem muitas diferenças entre eles, principalmente em questão do comportamento de cada espécie.

A diferença de comportamento é enorme e começam pela forma de lhe dar com seu dono. Apesar de respeitar os donos, os gatos são muito independentes. No caso dos cães, grande parte deles é bem submissa aos donos.

Veja outra diferença de comportamento. Enquanto os cães ficam dormindo à noite, quase todos os gatos gostam de dormir durante o dia.

Em questão de higiene os gatos são melhores indiscutivelmente. Desde filhotinhos, os gatos já procuram locais ideais para fazer suas necessidades, além de enterrá-las depois. Sendo assim, se você deixar uma caixa de areia sempre à disposição dos gatos, ele dificilmente fará suas necessidades em outro local.

 

Comportamento alimentar de cães:

Cada espécie possui uma necessidade nutricional própria e precisa de uma alimentação específica para suprir devidamente seu organismo. Isso explica por que são diferentes e variados os alimentos balanceados que cães e gatos comem.

O cão é um animal carnívoro por definição, mas onívoro por convenção, por isso acaba sendo melhor definido como sendo um carnívoro não estrito. O comportamento alimentar do cão se divide em 3 etapas bem distintas: busca, identificação e seleção. Na busca e identificação, os cães usam o olfato para capturar odores e depois tocam os alimentos para sentir a temperatura. Na fase de seleção, entra o paladar. Cães possuem cerca de 1700 papilas gustativas e distinguem cinco sabores – amargo, doce, ácido, salgado e “umami” (reconhecimento de um aminoácido chamado glutamato).

 

Comportamento alimentar de gatos:

Ao contrário dos cães, os gatos são carnívoros estritos. Gatos comem voluntariamente de 12 a 20 refeições por dia uniformemente distribuídas pelo período diurno e noturno. Dessa maneira, para eles, o alimento deve ficar disponível durante 24 horas, já que a restrição de horários pode levar à diminuição de consumo, exceto em problemas com obesidade.

O uso de ração seca é mais adequado para o enriquecimento alimentar, e deve-se espalhar ração em pequenas quantidades por todo o ambiente, em locais baixos e altos costumeiramente frequentados pelo animal.

 

Ficou bem clara a enorme diferença entre estas espécies, mas a certeza que são ótimos companheiros e que caberá ao dono, aprender como agir e como conviver com cada pet.