Material Cirúrgico

Colar elizabetano

Quando um cão ou um gato possui machucados ou feridas que precisam curar, colocar um colar elizabetano em volta do pescoço vai prevenir que o animal lamba ou morda a área e evitar que ele coce a cabeça, orelhas ou olhos.

 

Importância de utilizar o colar elizabetano:

- O uso do colar é muito importante para o melhor resultado no tratamento do animal, em especial as alterações oftálmicas.

- O colar elizabetano é indicado pelo médico veterinário quando o animal passa por algum tipo de tratamento ou procedimento cirúrgico e dessa forma evita que o animal mexa no local do ferimento, evitando complicações.

- O mais indicado na oftalmologia é o colar elizabetano de plástico ou polipropileno em formato de cone e com espaços para que possa ser colocada a coleira do animal.

 

Dicas para o uso do colar elizabetano:

- Escolha um colar elizabetano do tamanho certo para o seu animal de estimação;

- Deslize o lado pequeno do colar sobre a cabeça de seu bicho de estimação. Certifique-se de puxar totalmente as orelhas dele para dentro do colar. Além disso, gire o colar de modo que não fique nenhuma ponta de plástico logo abaixo do pescoço do seu animal de estimação, nem muito apertado.

- Acaricie a cabeça do seu animal de estimação quando o colar elizabetano estiver no lugar e fale docemente com ele para assegurar-lhe que não é um castigo. Você também pode dar um petisco para tornar a experiência mais positiva.

- Deixe os espaços e corredores da sua casa grandes e vazios o suficiente para o seu animal de estimação passar com o colar.

- Verifique se o seu animal de estimação é capaz de chegar até a comida e a água. Observe como seu animal de estimação come com o colar elizabetano. Pode ser necessário retirá-lo apenas para a refeição, mas sempre observando se ele não vai tentar mexer na ferida.

- Verifique se ele consegue descansar a cabeça e dormir confortavelmente com o colar.

 

Mais conforto:

Para trazer um pouquinho de comodidade, opte pelo colar transparente, que deixa a visibilidade livre. Além disso, existe também os mais maleáveis e flexíveis que não incomodam na hora do descanso. É incômodo, mas preciso. Não se esqueça de que existem vários tamanhos, e para que o seu animalzinho fique confortável, seu colar elizabetano precisa caber certinho. O ideal é que fique de três a quatro dedos além do focinho. E para não sair, basta prender as hastes na própria coleira.